segunda-feira, 26 de julho de 2010

uma dor quase insuportável,

como se um vento gelado passasse por dentro de mim e martelasse com força os meus pontos mais sensiveis.
Não sei descrever, mas é uma dor diferente de todas as outras, e eu sei que um remédio, uma injeção ou uma boa noite de sono não são o que eu preciso pra curá-la .
Porque ela vem de dentro, como se fosse dor da alma. Errar é humano, eu sei , mas eu chego literalmente a ser HUMANA DEMAIS, eu sempre estou preocupada, pensativa, mas na verdade, pouquissimas vezes comigo e com meus problemas . Eu sempre estou como agora afogada em um mar de tristezas dos outros. Não sei bem se isso é errado, mas sei que me faz mal, me faz mal como esta absurdamente me fazendo agora.

3 comentários:

Juηiøя disse...

Lindo texto

parabéns

uma dica muda a cor do fundo da postagem ta doendo na vista

bjs

http://adolescente-antenado.blogspot.com/

lari bueno. disse...

sempre me sinto assim ;/
adorei o novo visual do blog *-*
kisses ;*

Italo Gomes disse...

Bunito texto.. porem um pouco triste

Procure nao alimentar as tristezas

Melhoras pra vc

http://italoopensador.blogspot.com/

xD