sexta-feira, 13 de agosto de 2010

afinal,

de quantas maneiras um coração pode ser destroçado e ainda continuar batendo? Nos últimos dias, eu tinha passado por muitas experiências que poderiam ter acabado comigo, mas isso não me deixou mais forte. Ao contrário, eu me sentia horrivelmente frágil, como se uma única palavra pudesse me despedaçar.
                                          Lua Nova

Um comentário:

lari bueno. disse...

aaaaaaaaah, adoro *-*'