sábado, 4 de setembro de 2010

eu havia me perdido,

não sabia mais em que situação me colocar, pois em todas eu já estive presente, eu aprendi a conviver com o silencio, com a dor e a solidão das minhas lágrimas, eu me acostumei com o custume, eu me acostumei com uma verdade que não existe, me acostumei com a realidade mais falsa existente, a da tristeza, essa tristeza que domina, que não ajuda, mas que corrompe, que destrói, e porque
senti-la ? porque eu sinto você, mesmo que não esteja aqui, eu sinto que você não me sente mais, que você já não tem mais arrepios ao se lembrar de cada instante fervoroso que tivemos, bem diferente de mim, que dorme querendo te encontrar, que pena que até em meus sonhos você resolveu aparecer .

Um comentário:

lari bueno. disse...

DEU UM NÓ NA GARGANTA :O :(